Pesquisa >

Pesquisa

Os projetos de pesquisa do Centro de Estudos para Ibero-América incidem sobre os fatores e dinâmicas vinculados à pluralidade linguística, cultural e social da Ibero-América. Os projetos na área de Línguas em contato, desenvolvidos em diferentes marcos de cooperação nacional e internacional estudam os fenômenos de contato linguístico e cultural, assim como as diversas tradições discursivas de América Latina e a Península Ibérica. Em uma linha paralela, o grupo de trabalho do Centro de Estudos Galegos ocupa-se dos aspectos pragmáticos e sociolinguísticos do galego e seus contextos sociais de contato entre outras línguas, como por ex. o espanhol na interação médico-paciente.

 

 

As complexas interdependências entre línguas e fenômenos sociais são objeto de pesquisa na área de Sociedade e línguas. Os projetos do grupo de trabalho Língua espanhola e espaços sociais dedicam-se ao estudo interdisciplinar das comunidades hispanofalantes na Europa e na Alemanha. No projeto "Mapping the Spanish Language", são analisados os fatores demolinguísticos que explicam as dinâmicas dos espaços sociais do espanhol como língua de migração, língua de herança e língua estrangeira. O projeto "Varia-Idade no Rio de Janeiro - Comunicação e geração", além de analisar o comportamento comunicativo e a variação diatópica na fala das pessoas idosas, pesquisa o discurso dos falantes em relação a sua percepção das transformações na vida urbana do Rio de Janeiro.

 

 

O principal objeto de pesquisa dos projetos do área de Língua e cognição são as estruturas discursivas das línguas ibero-românicas, tanto de modo isolado como em comparação com línguas de contato como o inglês o alemão. Os pesquisadores analisam os fatores cognitivos que dirigem o processamento linguístico e a aquisição de línguas. O projeto "Partículas discursivas e cognição" pesquisa, de modo contrastivo, as funções das partículas discursivas em relação à estrutura informativa do discurso e encontram-se na interface de diferentes disciplinas e enfoques linguísticos, como a linguística textual e a pragmática, a psicolinguística, a linguística cognitiva e a matemática aplicada e neurociências. Nos projetos E-LENGUA e XCELING, são desenvolvidos novos métodos de ensino e aprendizagem de línguas dirigidos ao fomento do multilinguísmo individual e social, à conscientização intercultural e ao aceso ilimitado à aprendizagem de línguas. Os métodos desenvolvidos têm como base os resultados obtidos a partir da investigação sobre a aquisição de línguas e a didática de línguas estrangeiras.

 

 

Na área do Estudos literários e culturais, estudam-se as interconexões interamericanas das literaturas modernas da América Latina e de as suas respetivas redes de circulação de conhecimento e dos saberes no "Novo Mundo". Entre outros objetivos, os projetos da área incidem sobre a reconstrução das condições da recepção, sua ausência e seu desenvolvimento e a identificação de padrões interamericanos. A área de pesquisa dedica-se ao estudo da cultura do ingenio, a literatura picaresca e as "letras coloniais" da literatura barroca na Espanha e suas colônias. Neste contexto, prima a reflexão metodológica e teórica sobre as relações entre os diferentes aparatos administrativos, a historiografia e a literatura nas colônias espanholas, e a própria análise do textos coloniais.

 

 

 

 

Editor: correio eletrônico
Última revisão: 12.06.2019
zum Seitenanfang/up